Histórias de amor improváveis do cinema

Quando crianças, somos levados a crer no amor ideal e perfeito descrito nos contos de fadas. Com o passar dos anos, percebemos que as coisas não são bem assim; que o amor também machuca, as pessoas são imperfeitas e que sentimentos podem brotar onde e na direção que menos esperamos; às vezes, por pares com quem, em nossos sonhos, jamais poderíamos nos conectar.

Como a arte imita a vida, o cinema costuma levar para a tela recriações dessa realidade, mostrando uniões amorosas nada convencionais. Ainda que, eventualmente, possam parecer longe do crível, essas tramas servem para transmitir a ideia de que nada é impossível quando existe amor. O mais importante é que o desejo de ambos esteja em consonância e que queiram viver plenamente esse turbilhão de emoções.

Nesse Dia dos Namorados, fique com uma seleção de filmes com histórias de amor improváveis que mostram o quanto amar o diferente ou não usual pode, sim, ser muito bom e dar certo o quanto tiver de durar. Afinal, o amor não tem regras. O que importa é se libertar e embarcar nessa grande viagem regida por Afrodite e Eros, mesmo que, por vezes, seja incompreensível aos olhos do mundo.

A Forma da Água (The Shape of Water), 2017, Guillermo del Toro

Elisa (Sally Hawkins) é uma mulher muda que trabalha como faxineira em um laboratório experimental secreto do governo. Um dia, ela presencia a chegada de um ser aquático que é mantido refém. Escondida, ela passa a visitá-lo e vai se afeiçoando à estranha criatura até arquitetar um plano de fuga. Durante a convivência com o homem-anfíbio, ela conhece o verdadeiro amor, algo que transcende o entendimento das pessoas e que a levará até as últimas consequências para ficar com ele.

A Garota Ideal (Lars and the Real Girl), 2007, Craig Gillespie

Lars Lindstrom (Ryan Gosling) é um homem introvertido que não consegue se relacionar mais abertamente com as outras pessoas. Enquanto mora na garagem de seu irmão Gus (Paul Schneider) e sua cunhada Karin (Emily Mortimer), ele se distrai navegando na internet. Um dia ele conhece Bianca, uma missionária religiosa. Ao apresentá-la à sua família, eles percebem que se trata de uma boneca de silicone. Preocupados com a situação, eles buscam ajuda de uma psicóloga que os aconselha a fingir para Lars que acreditam ser Bianca uma mulher de carne e osso.

Antes do Amanhecer (Before Sunrise), 1995, Richard Linklater

Celine (Julie Delpy) é uma estudante frances; Jesse (Ethan Hawke), um jovem americano. A distância que os separa deixa de existir quando eles se conhecem durante uma viagem de trem em Viena. Ele começam a conversar, encontram afinidades e a empatia que passam a sentir um pelo outro se transforma em paixão. Na medida em que passeiam pela cidade, eles aproveitam esse sentimento ao máximo enquanto não chega a hora da inevitável separação, afinal, cada um precisa voltar à sua vida e ao seu país de origem.

Asas do Desejo (Der Himmel über Berlin), 1987, Wim Wenders

Os anjos Damiel (Bruno Ganz) e Cassiel (Otto Sander) vagam por Berlim Ocidental do pós-guerra, invisíveis, assistindo à vida das pessoas e as ajudando nos momentos difíceis, lhes dando conforto. Ao encontrar a equipe de um filme, eles conhecem uma trapezista (Solveig Dommartin), por quem Damiel se apaixona. Inconformado com sua condição e no desejo de viver seu amor, ele opta por deixar de ser anjo, perdendo sua imortalidade, e se tornar humano.

Bem Amadas (Les Bien-aimés), 2011, Christophe Honoré

Madeleine (Ludivine Sagnier/Catherine Deneuve) trabalha numa loja de sapatos e acaba conhecendo e se apaixonando pelo médico Jaromil (Radivoje Bukvic/Milos Forman), com quem mantém uma relação complicada. Juntos, eles têm Vera (Chiara Mastroianni). Ao longo dos anos, mãe e filha vão vivendo os sabores e dissabores dos relacionamentos. Enquanto Madeleine tem de lidar com seus sentimentos por Jaromil e François; Vera vive às voltas com dois homens que entram em sua vida: Henderson (Paul Schneider) e Clément (Louis Garrel).

Benny & Joon – Corações em Conflito (Benny & Joon), 1993, Jeremiah S. Chechik

Joon é uma jovem com problemas mentais (Mary Stuart Masterson) que é cuidada por seu irmão Benny (Aidan Quinn). Sua vida muda quando ela conhece o excêntrico Sam (Johnny Depp), um artista que acredita ser a reencarnação do comediante Buster Keaton. Joon se apaixona por Sam e tem de aprender a viver as novidades do amor, enquanto percebe que pode ser independente, apesar de suas limitações.

Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (Eternal Sunshine of the Spotless Mind), 2004, Michel Gondry

Desiludida após terminar o namoro com Joel (Jim Carrey), Clementine (Kate Winslet) decide esquecê-lo completamente e se submeter a um tratamento experimental que elimina de sua memória os momentos que os dois viveram. Ao saber de tal atitude, Joel decide passar pelo mesmo procedimento, mas desiste da ideia ao perceber que ainda a ama. Para evitar perder todas as suas memórias ao lado dela, ele começa a inseri-la em lembranças das quais ela não fez parte.

Drácula de Bram Stoker (Dracula), 1992, Francis Ford  Coppola

No século XV, o Conde Drácula Gary Oldman) decide ir para Londres encontrar Mina Murray (Winona Ryder), a noiva do jovem advogado Jonathan Harker (Keanu Reeves), quem acaba de conhecer. Ele pensa que ela é a reencarnação de seu grande amor, que se matou há séculos, depois de pensar que ele havia morrido. Ao ver Mina, ele decide seduzi-la para que a mulher que sempre amou volte a ser sua. Enquanto tenta lograr êxito em seu intento, ele espalha o terror na capital britânica.

Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands), 1990, Tim Burton

Edward (Johnny Depp) é um estranho homem com mãos de tesoura que vive sozinho em um castelo no topo de uma montanha após a morte de seu inventor (Vincent Price). Ele é descoberto pela cabeleireira Peg Boggs (Dianne Wiest) e levado para viver na cidade. Apesar do estranhamento num primeiro momento, ele passa a se dar bem com os moradores, que admiram seu talento para esculpir belas figuras em árvores e no gelo. Ele adquire um amor puro pela filha de Peg, mas ao passo que tentar viver essa paixão, não se dá conta das armadilhas em que pode cair.

Ela (Her), 2013, Spike Jonze

Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, que não consegue se relacionar satisfatoriamente com as outras pessoas ao seu redor. Ele, então, acaba se apaixonando pela voz de um sistema operacional de computador. O relacionamento nada convencional entre homem e máquina é uma maneira metafórica de mostrar que o vazio das relações interpessoais de hoje acaba por levar as pessoas a se fecharem em seu próprio eu e construírem um mundo parelelo, ideal e utópico.

Ensina-me a Viver (Harold and Maude), 1971, Hal Ashby

Aos 20 anos, o solitário Harold (Bud Cort) é obcecado pela morte e tem o mórbido costume de simular suicídios, dirgir um carro fúnebre e ir a funerais. Em uma das cerimônias fúnebres, ele conhece Maude (Ruth Gordon), uma senhora de 79 anos que, ao contrário dele, tem paixão pela vida e sabe desfrutar de cada momento como se fosse o último. Os dois se tornam inseparáveis e Maude, com sua alegria, apresenta a Maude as coisas boas da vida, mostrando a beleza da existência.

Interlúdio de Amor (Breezy), 1973, Clint Eastwood

Breezy (Kay Lenz) é uma adolescente hippie que conheceFrank Harmon (William Holden), um homem já maduro, ao se esconder em sua casa depois de fugir de um assediador que lhe deu carona. Ela convence Frank a deixá-la ficar e os dois passam a morar juntos. Depois um um tempo, uma bela amizade se inicia, e, em seguida, se transforma em amor. Os dois conseguem manter um relacionamento feliz, mas terão problemas no meio do caminho.

Meninos Não Choram (Boys Don’t Cry), 1999, Kimberly Peirce

Teena Brandon (Hilary Swank) é uma moça que não se identifica com o gênero feminino e viva na conservadora cidade rural de Falls City, Nebraska. Ela assume a identidade de Brandon Teena e inicia um relacionamento com Lana Tisdal (Chloë Sevigny), comm quem descobre a felicidade do amor. Após a população descobrir que ele é transexual, Brandon passa a sofrer uma onda de violência na cidade que resultará em trágicas consequências.

Os Sonhadores (The Dreamers), 2003, Bernardo Bertolucci

Em 1968, o estudante americano Matthew (Michael Pitt) vai estudar em Paris e conhece os irmãos gêmeos Isabelle (Eva Green) e Theo (Louis Garrel). Ele se apaixona por Isabelle, com quem inicia uma relação amorosa que lhe apresenta a novas experiências. Amantes do cinema, os três se tornam inseparáveis e vivem muitas aventuras pelas ruas parisienses em plena revolução estudantil. No entanto, a estranha ligação entre os irmãos, pode afetar a vida do casal.

Secretária (Secretary), 2002, Steven Shainberg

Após voltar de um sanatório, Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal) faz um curso de secretária e começa a trabalhar no escritório de advocacia de E. Edward Grey (James Spader). Em meio à entendiante rotina, seu chefe, aos poucos, desfaz sua indiferença e inicia com ela uma série de jogos de sedução, desejo, dominação e submissão. À sua maneira, Lee descobre um sentido para a vida e seu peculiar gosto pela dor encontra em Edward a pessoa perfeita com quem dividir seus anseios nada convencionais.

Tudo Pode Dar Certo (Whatever Works), 2009, Woody Allen

O rabugento e hipocondríaco Boris Yellnikoff (Larry David), um ex-professor de meia-idade, dá abrigo à jovem Melodie St. Ann Celestine (Evan Rachel Wood). O que era para ser uma moradia provisória, acaba se estendendo, pois a moça se recusa a deixar o apartamento. À medida que o tempo passa, ela demonstra interesse nele e os dois iniciam um relacionamento. Com sua alegria esfuziante e um tanto de ingenuidade, ela acaba cuidando de Boris e se torna a única pessoa que consegue conviver e lidar com as manias dele.