Remake de “Desejo de Matar”, com Bruce Willis, estreia em terceiro nas bilheterias norte-americanas

Série clássica com Charles Bronson, a franquia Desejo de Matar ganhou um remake sob a batuta do diretor Eli Roth (O Albergue). Bruce Willis assume o posto da franquia com o desejo de se firmar com mais uma empreitada no mercado cinematográfico. Contudo, o filme estreou com números mornos nos EUA, ficando apenas em terceiro lugar, com U$S 13 milhões de arrecadação. O longa-metragem não teve fôlego para bater Pantera Negra e Operação Red Sparrow, a outra estreia do final de semana.

Caminhando para se tornar uma das maiores bilheterias do Universo Marvel, Pantera Negra manteve o topo das bilheterias em seu terceiro final de semana. Nos EUA, o filme fechou a marca dos U$S 66 milhões, no total já são U$S 501 milhões só na terra do Tio Sam. Em números globais, Pantera atingiu a marca dos U$S 899 milhões. O detalhe é que o filme sequer estreou nos mercados da China e do Japão, portanto esses números ainda devem subir bastante nas próximas semanas.

Pantera Negra continua faturando bem e números devem aumentar com estreia na China e Japão

Segundo o Box Office Mojo, Operação Red Sparrow, com Jenniffer Lawrence, estreou na segunda colocação com U$S 16,8 milhões. A crítica recebeu o filme do diretor Francis Lawrence com avaliações mornas (50% de comentários positivos no Rotten Tomatoes). Com Desejo de Matar em terceiro lugar, o Top Five norte-americano fechou com Game Night e Pedro Coelho, ambos faturaram em torno dos U$S 10 milhões.

Operação Red Sparrow foi uma das estreias da semana no Brasil e nos EUA

No Brasil, Pantera Negra se tornou a maior arrecadação do ano em 2018. Esse final de semana o filme faturou mais R$ 14,8 milhões. No total, o filme da Marvel já superou os 82 milhões de reais. O segundo filme mais visto no Brasil neste final de semana foi A Maldição da Casa Winchester (R$ 3,4 milhões) logo a frente de Cinquenta Tons de Liberdade (R$ 3,3 milhões). Duas estreias tiveram arrecadação morna: Operação Red Sparrow (R$ 2,3 milhões) e a animação Duda e os Gnomos (R$1,1 milhão). Os números são do FilmeB.